Mysterium Magnum

Pelo ‘Mysterium Magnum’ surge a natureza eterna. Duas substâncias e vontades são sempre compreendidas como parte do ‘Mysterium Magnum’: a primeira substância é a unidade de Deus, ou seja, a Virtude e o Poder Divino, a Sabedoria fluida; a segunda substância é a vontade separável que surge através do Verbo vivo e claro; ela não tem sua base na unidade, mas na mobilidade da emanação e respiração que se transformam em uma vontade, em um Desejo para a Natureza, em qualidades tanto quanto o Fogo e a Luz. No Fogo se compreende a Vida Natural, e na Luz a Vida Santa ou uma manifestação da Unidade pela qual esta Unidade se torna um Fogo-Amor… ou Luz. (Jabob Boehme)